domingo, 22 de dezembro de 2013

Boas Festas!



Uma vida sem sonhos é sem graça. Sonhos não realizados frustam. Conquistas nos engrandece. Então a minha mensagem de final de ano e de desejo para o ano que vem é que todos se permitam sonhar, desejar, ter energia e força de vontade para ir à luta e conquistar os objetivos que traçar para a vida.
Devemos sonhar com o amor verdadeiro, com a família reunida sempre, com os amigos ao redor, com o trabalho que nos dê prazer e acima de tudo, com o orgulho de poder ser e ser, a pessoa capaz e merecedora disso tudo!
Um Natal saboroso e um ano novo recheado de boas surpresas a todos vocês!
Adriana Lafetá


Fricassê

Receita tipicamente natalina que transformei em "finger food" no Natal das amigas, o fricassê é fácil de se fazer e muito, mas muito gostoso! 
Especialidade de minha mãe, essa é uma receita que os primos sempre lembram nos dias de festas com a boca salivando...
Para começar, pique em cubos bem pequenos e misture em uma vasilha grande: 3 peitos de frango cozidos em água com caldo de galinha (ou então já compre aquele pacotinho de frango desfiado temperado que dará o mesmo efeito e é bem mais prático!), 1kg de batata palha (aqui em casa tenho a sorte de ter a Martinha que faz a melhor batata palha do mundo! Mas tente comprar a mais caseira possível, porque aquelas tipo chips não devem ficar muito boas aqui não...), 1 lata de ervilha sem água, 250g de presunto, 100g de azeitona preta, 1/2 molho de salsinha, 1/2 molho de cebolinha e 1 cebola. No liquidificador bata 3 copos de leite, 2 colheres de sopa de maizena, 2 gemas, 1 lata de milho com água e 1 colher de chá de sal. Em uma panela refogue em 2 colheres de sopa de manteiga 1 cebola picada bem miúda até que fique "ao vidro". Misture o creme que acabou de bater no liquidificador e assim que estiver bem quente junte mais 1 lata de milho sem água e 1 lata de creme de leite. Confira o sal e se for preciso jogue uma pitada de pimenta-do-reino branca. Abaixe o fogo, misture bastante até ficar homogêneo e desligue. Na hora de servir coloque a mistura da vasilha e o creme por cima com algumas batatas palha para decorar. Em pratos, cumbucas ou copinhos. De qualquer jeito eu garanto que seu prato natalino agradará a todos! Bon appétit!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Naked Cake Especial de Ano Novo

Saindo um pouco do tema "projeto verão", trago aqui a minha indicação para quem deseja encomendar Naked Cake. Já falei em outro post sobre o sucesso desse bolo no meu aniversário. Passadas as confraternizações natalinas, uma boa opção para enfeitar as mesas do ano novo, sem dúvida, é essa! A Tru'Fer Spaço Gastronômico está à disposição para atender aos seus mais doces desejos! Super indico!
OPÇÕES DE NAKED CAKE
Bolo com nozes ou amêndoas , frutas vermelhas, rapas de limão siciliano, laranja, toque de cenoura, canela, baunilha com o mesmo recheio especial.
2 andares (para 15 pessoas)  
3 andares (para 30 pessoas)  
O Cliente deve buscar o bolo no bairro Sion. Poderá escolher a entrega em prato descartável com opção de ser transferido para o prato da sua preferência, ou, se preferir, pode levar seu próprio prato.

Contato para encomendas: fernandalafeta@gmail.com (31) 98606-1414.


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Dicas de Natal

As receitas natalinas não mudam... Todo ano é a mesma coisa. Mas as decorações... Ah.. Eu sou muito fã da criatividade das pessoas. Todas as vezes que busco referências na internet fico admirada com a quantidade de ideias fantásticas ali expostas. Essas laranjas enfeitadas com cravos, na foto ao lado fazem parte da pesquisa desse ano. Achei muito bacana!
Ano passado fiz uma guirlanda de rolhas e outra de balas. Esse ano vi uma muito linda de balas. Vi até um prato de brócolis com tomates formando uma árvore de natal! Ótimo para convencer os pimpolhos comer vegetais!


Outra ideia que me encantou foi a dos porta-guardanapos de roupa de papai-noel. Não sei onde encontrar, mas precisava postar aqui para vocês! Quem souber tricotar... Acho que vale a pena, tamanha delicadeza do detalhe na mesa de jantar. Aliás, as mesas óbvias, com pratos vermelhos e verdes, pinheiros, luzes, são sempre bem vindas! Natal é isso mesmo! Tem que investir na decoração para encantar as crianças, com muitas cores e luzes. Eu adoro as mesas requintadas, douradas, cheias de classe. Mas acho que o bom velhinho tem o seu lugar...
Esse ano experimentei os espetinhos com ingredientes natalinos para mudar um pouco a "cara" dos pratos. Estão no post sobre Petiscos Natalinos. Mas há diversas outras fotos que busquei de referências para ajudar a criação de cada um de vocês. E que dezembro venha cheio do verdadeiro espírito natalino também... Feliz Natal!






sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Natal Solidário da ABET

Mais uma vez apareço aqui no Blog para divulgar a possibilidade de se fazer uma boa ação nesse Natal.
Neste ano, ajude a transformar o Natal das crianças atendidas pela Associação dos Portadores de Esclerose Tuberosa, Paralisia Cerebral, Síndrome de Down e outras doenças. 
As 50 crianças da ABET possuem uma vida difícil, na qual cada dia é uma batalha cheia de incertezas. No entanto, você pode contribuir para que todas elas possam ter a garantia de um Natal mais feliz e solidário! Basta participar do sorteio da camisa da Seleção Brasileira de Vôlei autografada pelo craque Giba.
Para participar basta fazer uma doação no valor de R$10,00 pelo Pagseguro através do site:
O resultado do sorteio será divulgado no dia 20 de dezembro, na página da ABET no Facebook.
As 50 crianças contam com a sua doação para garantir um Natal de sonhos. 
Muito mais do que uma doação, você estará fazendo uma ação solidária e amorosa. 
Não deixe de participar.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Torta cremosa de frango e cogumelos

Fazendo uma busca por alguma torta fácil e gostosa me deparei com essa receita na internet, no site Mdemulher. Eu a servi no encontro de natal das amigas e confesso que fiquei surpresa com o resultado da receita. Ficou muito boa!
E atenção! Essa torta NÃO faz parte do Projeto Verão! Ou melhor, ela foi um pulo do projeto nesse dia... Mas já entrei na linha novamente...
O modo de preparo não é difícil.
A receita original sugere o uso de 1 kg de sobrecoxas de frango sem pele e sem gordura. Realmente, essa parte do frango é mais macia e saborosa. No entanto, eu estava um pouco sem tempo de resolvi ser mais prática. Comprei 1 kg de peito de frango desfiado e temperado congelado. Isso adiantou demais o processo! Então comecei a receita com esse frango desfiado já descongelado. Misturei 1/2 xícara (chá) de vinho tinto, 2 folhas de louro, 2 colheres (sopa) de vinagre, 3 dentes de alho amassados, 1 cebola média picada, 2 colheres (sopa) de cebolinha picada, 1 colher (sopa) rasa de sal e deixei descansar por 3 horas. Depois desse tempo retirei o frango e reservei. deve-se coar a marinada e reservar separadamente os sólidos e o líquido. Aqueci 5 colheres (sopa) de óleo para dourar o frango. Juntei os sólidos da marinada e 3 tomates sem pele e sem sementes picados e refoguei por 10 minutos. Adicionei o líquido da marinada e cozinhei por mais 10 minutos. Em outra panela dei uma rápida refogada nos cogumelos (2 bandejas de cogumelos frescos sortidos picados, sem os talos, mais ou menos 250g). Juntei os cogumelos ao frango, acresci 1 colher (sopa) rasa de farinha de trigo dissolvida em 1 xícara (chá) de leite e, por fim, 150 g de queijo cremoso tipo Catupiry®. Deve-se mexer até engrossar. Corrigi o sal e a pimenta e deixei esfriar. A receita ensina uma técnica, que eu não usei, para abrir a massa folhada (500g) na forma. Eu apensas untei com óleo e abri. Mas vamos lá às dicas da receita original: Umedeça com água uma fôrma e, com a massa folhada, forre o fundo e as laterais da fôrma, ultrapassando 3 cm das bordas. Distribua o recheio na fôrma e dobre as bordas de massa para dentro. Leve à geladeira por 15 minutos. Pincele a superfície da massa com a gema e leve a torta ao forno alto pré-aquecido. Asse até dourar. Outra dica boa que peguei foi a de usar forno alto para a massa folhada ficar bem crocante. Deu certo! A torta ficou muito saborosa e todas aprovaram. Bon appétit!

domingo, 8 de dezembro de 2013

Petiscos natalinos

No último sábado fiz o encontro de Natal das amigas. Sempre fazíamos uma interminável mesa de petiscos e quando chegava na hora de sentar para almoçar ou jantar ninguém mais tinha apetite. Então esse ano sugeri uma mudança no formato e fiz tudo em "finger food". Apenas para garantir, caso não fosse suficiente (coisa de gente mineira sempre achar que a comida não dará para todos!) fiz uma bela torta de frango com cogumelos e uma outra torta doce, de limão, para repor a glicose após garrafas e mais garradas de espumante...
Fernanda tinha umas bandejas brancas lindas e um suporte usado para colocar doces e cupcakes que peguei para montar a mesa. Coloquei todas invertidas para o petisco aparecer mais que a bandeja. Ficou lindo!
Alguns repeti de outros eventos feitos aqui em casa, tal como o queijo coalho no melado de cana e o espetinho caprese (tomatinho com muçarela de búfala e manjericão).
As inovações desse ano foram o espetinho de tender com abacaxi e cereja e o fricassê no copinho (ficou um mimo!).


Para fazer o espetinho de tender basta assar o tender da forma como ensinei aqui no último post e corta-lo em cubinhos. Corte, também em cubos 1 abacaxi e, ao meio, as cerejas em conserva (aquelas docinhas, pode ser 1 copo). Adianto que a quantidade é enorme! São muitos espetinhos! Mais de 100!
Mas a mistura do salgado com o doce realmente se mostra uma combinação muito boa. A ideia foi usar alguns itens tipicamente natalinos para compor a mesa. Deu certo! Agradou! E todas adoraram! Ainda essa semana venho com a receita do fricassê! Bon appétit e feliz natal!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Tender

O natal está quase aí e as receitas típicas começam a pipocar em nossas páginas nas redes sociais, nos emails e em nossas mesas!
No próximo final de semana farei um encontro baseado na ideia dos finger foods e um dos petiscos será feito com tender. Assei a bolinha ontem para adiantar as coisas. E a receita é a mesma para quem quiser servir com fios de ovos, rodelas de abacaxi e cerejas na noite de natal.
Pegue uma bolinha de Tender e retire com uma faca e cuidado aquela capa escura. Faça uns riscos com a faca (o ideal é que seja em losangos) e finque alguns cravos da índia na superfície (uns 8, mais que isso fica enjoativo, na minha opinião). Acomode numa assadeira. Pegue uma tigela, misture 3 colheres (sopa) de mostarda, 5 colheres (sopa) de vinagre branco, 3 colheres (sopa) de molho inglês, 500 ml de suco de laranja e 4 colheres (sopa) de glucose de milho (Karo) ou de mel. Despeje esta mistura sobre o tender e, em seguida, cubra-o com papel alumínio. Leve ao forno médio (200ºC), por cerca de 40 minutos. Retire o papel alumínio e deixe no forno por mais 30 minutos, para dourar, sempre regando com o molho que despejou por cima e na assadeira. É apenas isso! Ele fica uma delícia e levemente adocicado. Receita ótima para fazer sem perder muito tempo nas comemorações de final de ano. Bon appétit!

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Natal Solidário 2013

Aqui no Blog sempre dou apoio a campanhas de páscoa, dia das crianças e natal.
Posso dizer que sou muito abençoada por viver rodeada de pessoas do bem.
E uma das pessoas, um grande amigo, está repetindo uma linda campanha. 
A TURMA DO BEM está se reunindo para realizar mais um natal para as 200 crianças da creche Sossego da Mamãe, localizada no bairro Jardim Vitória e para os 23 velhinhos da Casa de Idosos de Matozinhos. Para tornar isso possível essa galera precisa da contribuição dos amigos para viabilizar esse sonho de levar o tão esperado Papai Noel com os seus presentes, além de alimentos, materiais de limpeza e higiene pessoal. Que tal repetir o sorriso no rosto dessas crianças?
As crianças e os idosos contam com o apoio de todos! Deus abençoe a vida de cada um! E desde já agradeço cada doação e compartilhamento! 
DATAS: Natal na creche - 07/12   |   Natal na casa de idosos - 14/12
DADOS BANCÁRIOS:  Luis Otávio de Almeida Freire (luis0100@gmail.com)
CPF: 955.615.796-49  |   Banco Itaú (341)   |   Ag: 7824   |   CC: 01486-9

domingo, 1 de dezembro de 2013

Bolinho de atum com quinoa

Voltando ao projeto verão. Mais uma receita boa para acompanhar a salada. O Bolinho de atum com quinoa, na minha opinião, pode ser feito com qualquer carne, atum, frango ou carne de boi. Mas esse de hoje fiz conforme a sugestão original e usei atum. Muito simples. Basta juntar e bater num processador, ou misturar numa tigela, 2 latas de atum, ½ xícara de aveia ou quinoa real em flocos (eu não tinha nenhum dos dois em casa. Usei a quinoa mista em grãos e ficou ótimo!), 1 colher (sopa) de gergelim, 1 pitada de molho de pimenta, 1 pitada de sal, 1 cebola processada, ervas à vontade.
Bom, a diferença da receita que fiz, com grãos, da original, com flocos de quinoa, com certeza é a consistência.  Quando feito com grãos, não dá para fazer bolinhas, então use forminhas de cupcake ou empada para colocar para assar. Se for feito com flocos, aí dá para enrolar as bolinhas e colocar em uma forma untada com azeite e levar ao forno por, no mínimo, 20 minutos. Eu deixei um pouco mais, até ficar bem coradinho. Servi com salada de alface crespa, rúcula, tomilho e molho de iogurte. Ficou bom demais! Experimente e bon appétit!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Salada com cogumelos

E a primeira semana já se foi no meu "#projetoverao". Domingão foi com algumas escapulidas, confesso, mas tive a ajuda da corridinha na Pampulha para diminuir o "peso na consciência". O importante é que mesmo com esse escorregão a dieta segue firme e forte com exercícios 6 dias por semana.
O cardápio não varia muito daqueles que publiquei por aqui em posts anteriores. Mas, por vezes, faço algumas saladas diferentes para dar mais ânimo e sabor ao menu do dia. Assim que surgiu a salada com cogumelos. Me lembrei de uma massa que fiz tempos atrás e resolvi "pegar emprestada" a ideia dos cogumelos frescos. O procedimento foi o seguinte: comprei 1 bandeja de cogumelos frescos sortidos. Todos foram muito bem lavados e deles retirados os talos. Em uma panela aqueci 1 colher de sopa de azeite e dourei 1 cebola grade que piquei no processador com 1 dente de alho. Acresci os cogumelos já picados, fatiados e juntei o suco de 1 limão siciliano. Deixei ali cozinhando por 10 minutos. Temperei com uma pitada de sal e outra de pimenta do reino. Em uma travessa coloquei várias folhas rasgadas de alface crespa, rúcula e tomilho fresco. Joguei por cima os cogumelo cozidos e finalizei com pimentas de bico. O resultado foi divino! Uma salada quente e fria, com um leve picante da pimenta e um toque refrescante do limão. Para quem está de dieta ou querendo incluir receitas saudáveis no dia-a-dia, está aí um boa opção! Bon appétit!

domingo, 24 de novembro de 2013

Trouxinhas de Peito de peru light recheadas com cottage


O projeto verão continua a todo vapor! Mas achei que ficar publicando um diário do que comi no dia aqui no Blog ia ficar meio chato! Então vou postar para vocês as dicas diferentes e interessantes que rolarem durante esse período. Esse final de semana mantive a atividade física e até arrisquei os 5km na corrida do Circuito das Estações Adidas. E foi ótimo! Tempo fresquinho, pessoal animado e amigas dando o maior apoio (e isso conta muito!). Achei que merecia um "brinde" pelo "bom comportamento" durante a semana. Então eu e uma amiga resolvemos fazer um petisco para acompanhar uma cervejinha (sem álcool! 98 calorias!). Ando aprendendo a tomar essa cerveja e confesso que está sendo ótimo. Bem gelada mata a vontade e não nos deixa inchadas, já que não há o álcool. Vale a pena testar! Bom, o petisco da vez foi light e delicioso. Semana passada eu estava passeando pelos blogs de dietas quando vi um só de receitas protéicas. Era um blog da dieta Dukan. E lá tinha essa dica da trouxinha de peito de peru light recheada com cottage temperado. Comprei o peito de peru e o queijo e mandei ver! Como as minhas forminhas de empada são pequenas, parti a fatia ao meio. Mas se a sua for maior, pode fazer com a fatia inteira mesmo. Tente ajeitar delicadamente o peito de peru de uma forma que fique uma trouxinha com cuidado para não furar e deixar escorrer o recheio para o fundo. Faça uma mistura de queijo cottage, ervas diversas ou de provence, manjericão desidratado, pimenta-do-reino branca, molho de pimenta e um pouquinho de sal ou de fondor (pode ser 1 colher de café de cada e 1/2 de sal). Misture bem e coloque sem encher demais dentro das fatias de peito de peru que estão nas forminhas. Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 20 minutos ou até começar a dar a aparência de tostado. Retire do forno e sirva quente, logo em seguida. É salgadinho, temperado, delicioso! Acompanha muito bem a cerveja e o melhor de tudo! É light!
Bon appétit! 

sábado, 23 de novembro de 2013

Projeto Verão! Quarto dia de dieta e malhação

O quarto dia do projeto verão teve um menu meio sem graça, confesso... Café da manhã com pão árabe integral, queijo cottage e capuccino diet. No meio da manhã teve polenguinho com café. O almoço foi o mesmo do primeiro dia. Frango grelhado (dessa vez fiz com molho shoyo para dar uma coradinha e um sabor diferente). No meio da tarde, como esqueci de levar a fruta hoje para o trabalho, comi outro polenguinho com café e mais tarde uma barrinha de cereais. A noite dediquei 30 minutos de corridinha leve na esteira e um "sanduba" com alface, rúcula, queijo cottage, blanquet de peru e creme balsamico de mel e laranja. Sobremesa do jantar foi uma pêra pink. Na verdade não muito o que inventar nem tantas opções de substituição. Mas vou contando o meu percurso nesse desafio para servir de estímulo a quem me acompanha por aqui e até para mim também... Antes do exercício físico, antes que eu me esqueça, tomei um belo copo de suco para acelerar o metabolismo. Já postei o modo de preparo ontem aqui no Blog. Confira lá!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Projeto verão! Omelete de claras com cottage

Terceiro dia do projeto verão. Não está fácil não... Mas como disse um amigo no facebook: "rala que rola!". Estou ralando! E tomara que levando bastante gente comigo. Confesso que o estômago até dói de fome. Diminuir muito a quantidade de alimento de um dia para o outro definitivamente não é das coisas mais agradáveis na vida.
Outro amigo me enviou um email perguntando se minha dieta não estava muito rigorosa e fácil de sabotar, já que a quantidade era muito pequena. Sim, seria fácil sabotar caso eu não estivesse na boca de colocar um biquini na praia... Mas como já não há mais muito tempo... vamos mesmo ao tratamento de choque! Mas o cardápio, apesar de parecer pouco, tem aproximadamente 1200 calorias, o que é natural para as pessoas que estão de dieta. Então, podemos continuar sem medo de ser feliz. Na hora que o estômago começar a "conversar" conosco dizendo que está com fome, basta dar uma forcinha com água, café e chá. Não resolve, mas engana até o próximo lanche ou refeição.
Bom, vamos ao que interessa! O menu do dia foi o seguinte: Café da manhã com 1 xícara pequena (um pouco maior que a de café) de capuccino diet feito com água, dois biscoitos tipo "água e sal" e 1 queijo processado (da marca a vaca que ri - ele tem menos gordura que o polenguinho). No meio da manhã 1 pêra pink. No almoço um pouco de ervilha torta refogada (mais ou menos 2 colheres de sopa), um bife de filé grelhado com salada de alface, cenoura, cebola, pêra, rabanete (que é bom para acelerar o metabolismo) e tomate cereja. No meio tarde 1 polenguinho, café e mais tarde, antes da academia, 1 maçã verde. Uma hora e dez de malhação, sendo 40 minutos de aeróbico e 30 de musculação pesada!
Depois da ralação na academia um belo omelete de claras com cottage, ervas e salada de alface, rúcula e balsâmico para temperar. O omelete de claras, como já ensinei em outro post é muito simples. Basta bater com o fuet ou batedeira mesmo 2 claras de ovo até que dê a consistência de clara em neve. Misture 1 colher de sopa de queijo cottage, ervas, sal e pimenta-do-reino a gosto. Dê uma "sujada" de azeite na frigideira só para não grudar. Deixe em fogo baixo e vár tentando desgrudar o fundo com uma espátula começando pelas laterais. Assim que estiver douradinho vire para cozinhar o outro lado. A consistência de clara em neve é apenas para deixa-lo mais fofinho. Mas se você é do tipo de que não liga, basta dá uma batidinha de leve com o garfo e misturar os outros ingredientes.  Eu prefiro mais fofo. Mais ou menos 1 hora em meia depois uma ameixa e cama! Bon appétit! 

Suco para acelerar o metabolismo

Antes de mostrar o cardápio do terceiro dia do projeto verão, vou disponibilizar aqui para vocês a nova dica que recebi da querida amiga Duda Sales. O suco para acelerar o metabolismo é super indicado para antes das atividades físicas. Sugerido por uma nutricionista, essa poderosa mistura ajuda a reduzir o inchaço, acabar com a gula e a ansiedade. O gengibre e o chá-mate são termogênicos que aumentam a temperatura do organismo e aceleram a queima de calorias. O limão é um rico antioxidante e tem propriedades digestivas. A combinação é um potente diurético natural! A receita que recebi é a seguinte: Bata no liquidificador 400ml de água, 4 pedras de gelo, 2 colheres (chá) de chá mate leão solúvel, suco de 1 limão e 1 pedaço de gengibre (do tamanho da ponta de um dedo). Bata tudo no liquidificador e adoce com adoçante. Refresque-se com saúde!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Frango light para o projeto verão

Segundo dia do projeto verão. Café da manhã com 1 fatia de pão integral e 1 colher (chá) de queijo cottage. 1 xícara (um pouco menor que a de chá e um pouco maior que a de café) de capuccino diet feito com água e 1 colher (chá) de capuccino. No meio da manhã, uma pêra pink. O almoço hoje foi melhor que o de ontem... Uma salada um pouco mais colorida, com alface, cenoura ralada crua, tomate cereja, rabanete, 3 pequeninos pedaços de manga, temperada com um pouquinho de azeite, sal e creme balsâmico. Um frango divino feito com cebola roxa para acompanhar e 1 fatia de abacaxi de sobremesa. No meio da tarde 1 polenguinho com café preto, só! E a noite um super sanduba feito com 2 fatias de pão integral, muita alface, 1 colher (sopa) de queijo cottage e 3 fatias de blaquet de peru e creme balsâmico para temperar (já repararam que eu não vivo sem esse creme! é que tenho de vários sabores e acho que ele salva qualquer salada!). Antes de dormir, quando a fome apertou, 1 ameixa. Terça-feira não pratiquei exercícios (mas devia!). Cheguei um pouco mais tarde e resolvi ir para cama mais cedo. Mas na quarta-feira compensarei! 

Mas hoje é dia não apenas de cardápio light para o projeto verão, mas também de receita. O frango delícia do almoço vale muito a pena incluir aí no menu do dia-a-dia. O modo de preparo é o seguinte: Colocaque as contra-coxas na água com suco de 1 limão por 5 minutos. Lave bastante para enxaguar debaixo da pia. Tire todas as gordurinhas do frango. Tempere com tempero pronto de sal e alho, pimenta do reino, um pouquinho de tabasco e 1 colher de chá de colorau. Corte em rodelas 2 cebolas roxas. Refogue-as com 1 colher de chá de azeite. Coloque o frango em cima delas e tampe a panela. Deixe no fogo fraco e mexa devagar de tempos em tempos. Esse processo deve durar uns 45 a 60 minutos. A cebola deve ficar dourada e começar agarrar no fundo da panela e o frango também deve ficará dourado. Se o caldo dele secar, pingue um pouquinho de água. Para finalizar jogue salsa e cebolinha picada por cima. Receita super saborosa, light e nutritiva para nosso projeto verão!

E atenção! Não esqueçam que deve-se ingerir bastante água durante o dia, pois é ela que ajuda "limpar" nosso organismo. É bom aproveitar o projeto verão e fazer dele também um projeto "detox"! Bon appétit!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Projeto Verão!

Quem me acompanha pelo facebook e pelo instagram viu que essa semana comecei meu "projeto verão". Uma invenção de moda para servir de incentivo na dura batalha para perder aqueles quilos indesejáveis antes de chegar à praia. Pois a brincadeira pode se tornar bem divertida e serve de sugestão para quem também precisa de um "empurrãozinho". Basta ir fotografando todas as suas refeições e fazer o seu diário no final do dia.
Meu primeiro dia foi muito light! Mais do que qualquer pessoa gostaria. Café da manhã com 1 polenguinho, dois biscoitos tipo "água e sal" light e café preto. No meio da manhã 1 maçã verde. Almoço, um grande prato de alface, rúcula, creme balsâmico, 1 colher de azeite, sal e frango grelhado temperado com sal e pimenta-do-reino. Lanche da tarde com 1 maçã e 1 polenguinho acompanhados de café preto. Uma hora e meia de malhação e a noite o adorado shake dos atletas de protéina (não sei por que gostam disso!? é horrível!).  O ideal é tomar o banho e cair na cama para não dar mais fome! Só que na segunda-feira, em especial, fui dormir tarde e aí... claro que a fome começou a bater e fazer doer o estômago. Resultado: corri na geladeira e tomei uma garrafinha de iogurte (actimel) para enganar e conseguir dormir. Se foi difícil? Sim! Muito! Diminuir drasticamente a quantidade de alimentos ingeridos nas principais refeições não é nada tranquilo. Mas como todos que fazem dietas estão cansados de saber, tudo é uma questão de costume...
Vou tentar postar aqui para vocês a evolução do meu "diário" do projeto verão. Quem sabe a turma que acompanha esse blog anima perder uns quilinhos comigo! ;)
Força, persistência e com pratos bem lights... Bon appétit!

domingo, 17 de novembro de 2013

Fish & Chips

Conforme prometido no último post, aqui está a receita do famoso prato inglês Fish & Chips. Como o restaurante mais adorado na viagem a Londres foi o do Gordon Ramsey, a receita de hoje é dele! Originalmente o prato é feito com haddock ou bacalhau frescos. Eu fiz com abadejo. Mas ficou ótimo também.
Eu que não sou essas maravilhas com frituras achei que o empanado ficou muito bom! Igualzinho ao que comi lá na terra do Big Ben. Portanto, basta anotar aí e repetir igualzinho. Não tem erro!
Para começar, aqueça o forno a 220°C, descasque e pique em palitos 1,5kg de batatas. Mas se não estiver afim de fazer isso compre aquele pacote das semi-prontas congeladas. Lave as batatas já picadas bastante, até que a água fique transparente para retirar todo o amido. Seque as batatas com um pano de prato ou papel toalha. Eu prefiro o pano de prato. Misture 4 colheres de sopa de óleo, sal e pimenta-do-reino e espalhe numa forma assadeira. Jogue as batatas por cima e misture-as nesse óleo temperado. Leve ao forno por aproximadamente 1h, mexendo sempre até dourar. Para fazer o peixe: depois de limpo, também é aconselhável que seque-o em papel toalha ou pano de prato. Reserve. Misture 100g + 2 colheres (sopa) de farinha de trigo peneirada, 1/2 colher (sopa) de fermento em pó peneirado e sal. Adicione aos poucos e misturando rapidamente para não empelotar 1 colher (sopa) de vinagre e 200ml de cerveja. A consistência deve ser de um creme grosso. Em uma panela funda esquente cerca de 5cm de profundidade de óleo. Deite os filés de peixe no creme, levante para escorrer o excesso e mergulhe no óleo bem quente deixando fritar por aproximadamente 8 minutos, virando sempre com uma pinça de cozinha. Escorra em papel toalha ou papel de pão. Para acompanhar é bem tradicional um purê de ervilhas. E ele também é fácil. Coloque em uma panela pequena 500g de ervilhas, 3 colheres (sopa) de água e 1 bolinha de manteiga. Tampe a panela e deixe ferver por 3 minutos. Retire do fogo e passe no espremedor (eu preferi o processador!). Junte, no processador 1 molho de salsinha picada, 1 molho de hortelã, o caldo de 1 limão, a casca ralada do limão, 3 colheres (sopa) de creme de leite e bata com as ervilhas até ficar bem homogêneo. Depois retire e misture 2 colheres (sopa) de alcaparras lavadas. Monte os prato com batatas, peixe e purê e sirva bem quente. Enjoy your meal!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Dicas gastronômicas de Londres

Minhas últimas férias foram 10 dias curtindo o lindo frio londrino. Com a chegada do outono, a cidade famosa pelo céu sempre cinza se mostrou colorida com a trocas das folhas das árvores e nos presenteou com céus mais azuis do que gris.
A metrópole do Big Ben, famosa pela comida "mais ou menos", como descreveu minha mãe (que por lá morou durante alguns anos), também pode surpreender com alguns lugares gastronomicamente bem interessantes. Mas os tais "mais ou menos" são muito mais comuns e decepcionam na maioria das vezes.

A primeira parada da nossa turma foi no famoso Fifteen, restaurante do "astro chef" que inclusive adoro os programas, Jamie Oliver. Já fiz muitas receitas dele aqui. Todas as que experimentei foram muito boas. Mas o restaurante... deixou um pouco a desejar. Criado a partir de um reality show no qual Jamie Oliver treinava 15 jovens para ser cozinheiros profissionais, desde 2002 o restaurante funciona servindo pratos considerados caseiros. O cardápio não tem muitas opções mas o preço é honesto. Como petisco pedimos uma porção de pães com azeitonas (verdes verdejantes!) batatas assadas acompanhas de crisps de batata doce. Estava bem gostoso. Mas não era nada surpreendente. Outros pedidos foram um frango assado inteiro, um caneloni de coelho e eu pedi um peixe grelhado com alcachofra de Jerusalém e camarões marrons. O frango assado, eu experimentei. Modéstia a parte, qualquer frango assado mineiro dá de mil no do inglês. Faltou tempero Jamie! O mesmo para o canelone. Apesar da apresentação bonita, o sabor estava bem sem graça. Quanto ao meu, pedi muito mal! Infelizmente, algum ingrediente, não sei se a alcachofra (que eu adoro!) ou outro qualquer fez do molho um fel para o meu paladar. Os camarões eram minúsculos! Resultado: Comi o peixe sem o molho e assim meu jantar fez jus à fama "mais ou menos". A sobremesa salvou a nossa primeira experiência gastronômica londrina. Uma mousse de chocolate muito boa e um ecler recheado de doce de leite que adoramos. A apresentação dos pratos foi legal. Sentar em frente à cozinha também e o atendimento impecável. Mas a comida, sentimos muito, pois ficou abaixo de nossas expectativas.

O segundo restaurante foi o Aqua Shard, localizado no 31º andar do atual edifício mais alto de Londres. Com uma vista de encantar os olhos, decoração e atendimento incríveis. Na noite desse restaurantes tivemos boas surpresas. O menu, apesar de caro, trazia pratos realmente saborosos. A minha entrada, no entanto, trouxe muito foi gras para pouca torrada de acompanhamento. Mas estava bem gostosa. As meninas pediram uma salada de cenoura com amêndoas e queijo de cabra que adoraram. Os pratos principais foram um risoto de limão, alho poró e ricota; um carneiro e um filé. Todos divinos. As sobremesas, cheesecake de frutas vermelhas e esse combinado aí da foto com mousse de chocolate, amêndoas e creme estavam fantásticas!

A terceira experiência gastronômica foi no Oxo Tower Restaurant. Um lugar super fresco! Chique, chiquérrimo! Comida divina! A sobremesa então... fizeram jus às várias libras que deixamos por lá. Nessa noite não quisemos entradas e fomos direto aos pratos principais. Posso dizer que o atum que comi foi o melhor de todos que já experimentei até hoje. Os outros pratos foram um filé com legumes e polenta também com legumes. Todos muito saborosos. Para encerrar pedimos uma bandeja de pequenos doces de chocolate. Uma tortinha de trufas, um petit gateaux com recheio de laranja, mousse de chocolate e torta de chocolate. Foi difícil identificar qual o melhor deles. Apesar dos elevados preços dos pratos, o restaurante é muito bom. Quem tiver muito prazer em apreciar uma boa gastronomia recomendo pagar.

Muito bem recomendado, o Hakkasan é um restaurante de comida asiática que foi a maior decepção do grupo. Um menu riquíssimo, com pratos refinados, mas que quando colocamos na boca não somos capazes de sentir o sabor tamanha a quantidade de pimenta utilizada para tempera-los. Poderia e queria lhes dizer que um ou outro prato eram caracteristicamente apimentados, mas não foi o caso. Todos, do início ao fim nos deixaram a pedir água para aliviar a queimação. Um dó ver aquela lagosta lindamente envolvida em delicados fios de macarrão de arroz totalmente sem sabor. Somente após retirar grande parte da pimenta que pude tentar sentir um pouco o gosto desse delicioso fruto do mar. O mesmo ocorreu com a carne e o frango escolhido pelas minhas amigas. Os drinks estavam bonitos. O vinho rosé italino que pedi muito bom: Rosa dei Frati, Cà dei Frati 13% Veneto, Italy. Aos que não apreciam pimenta, não recomendo.

No dia seguinte ao jantar no Hakasan fomos almoçar no Budda-bar. Receosas com a pimenta asiática pedimos logo de início sugestões de pratos sem ou com pouca pimenta. A minha entrada foi inesperadamente fantástica. Uma salada de pato com legumes e um tempero que nunca comi algo parecido. As meninas pediram ceviche e sushi. Depois tempura, bolinhos de arroz com legumes fritos e uma carne com legumes parecida com um yakisoba. Tudo muito gostoso. Com pimenta! mas já mais próximo da medida certa. Recomendo!






Um restaurante belga em Londres que surpreendeu em todos os aspectos. Um ambiente bem descontraído, uma carta de cervejas bastante variada, sanduíches, costelas e sobremesas sensacionais. Atendimento de primeira linha! Saímos extremamente satisfeitas. Várias pessoas que já foram a Londres vieram me dizer que, sem dúvida, é o melhor lugar para se comer sanduíches por lá. Nota 10!









Para fechar a viagem fomos ao Maze by Gordon Ramsay. Sem dúvida o melhor restaurante que já tive o prazer conhecer na minha vida!
Lá eles sugerem que façamos o pedido de três pratos afim de ter a experiência gastronômica proposta pelo chef.
Eu experimentei um carpaccio de atum com mini medalhões, também de atum e purê de abacate que estava de ajoelhar e rezar agradecendo a Deus! Divino! Os sushis não tem absolutamente nada a ver com aquelas bolas de arroz "embuchantes"  que estamos acostumados por aqui... Eles desmancham na boca. A entrada de frango também foi bem elogiada.





Filé com batata e cogumelos e uma lagosta envolvida em uma fina e delicada massa que também foram maravilhosos. As sobremesas, pelo que entendi, feitas a partir de receitas de uma confeitaria do sul da França, também deram um show à parte. O cheesecake, bem diferente do que conhecemos, vinha em cima de uma espécie de farofa de amêndoas e tinha uma textura tão leve como a de um chantilly. A mousse de chocolate que vinha dentro desse "copinho" de chocolate escorria e parecia um néctar dos deuses... Os sorvetes deliciosos e os bombons petit four que acompanharam o café também estavam perfeitos. Foi o melhor da viagem, sem dúvida!


Algumas curiosidades interessantes da viagem que acredito serem valiosas postar aqui: Notting Hill e Camden Market. O primeiro para ir sábado pela manhã bem cedo. Depois fica insuportavelmente lotado. Lá podemos ver antiguidades, bijoux, roupas, peles, chapéus, casquetes, pães, frutas, verduras e tudo quanto mais imaginar. O lugar é um charme. Em cada esquina há um grupo ou um músico apresentando músicas muito bem. O lugar é realmente legal. Vale a pena conhecer.


Camden Market é o canto dos hippies, dos punks, das comidas e dos mercados de tudo quanto há para vender. Lugar onde morava Amy Winehouse. Dá para ver bem algumas referências de "moda" da cantora por lá... Muita gente maluca, muita comida, muitas coisas diferentes!

  

Bom, por fim, os famosos "Fish and chips" e "Bangers and mash". Sim! Experimentei os dois e adorei! Mas esses virão em outros posts com receitas!
Londres, apesar de não ter uma tradição gastronômica muito forte é uma cidade, como toda metrópole, que traz boas opções para os apreciadores da boa culinária. Prepare o bolso e mergulhe fundo! Pois muitas delas realmente valem a pena!
 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Londres

Na Inglaterra, a terra da garoa nos recebeu com cores. A vista da janela do avião ao aterrissar em Londres foi irresistível a qualquer câmera. Nos dias seguintes os passeio variavam com céus azuis e dias gris. Uma cidade incrível, limpa e organizada, com atrações para todos os gostos e idades e paisagens que chamam e pedem tempo para serem admiradas.
Vez ou outra gosto de fazer posts de fotografia e mostrar a vocês imagens que registro. Nessa última viagem até fiz poucas fotos (perto do que costumo fazer), mas selecionei algumas que de alguma forma, podem tocar a imaginação e o sentimento de vocês. Divirtam-se.



Arquitetura moderna em contraste com os antigos traços dos prédios antigos
Notting Hill e sua variada feira de comidas e deliciosas quinquilharias
Camden Town - O canto dos hippies, dos punks, das comidas e dos mercados de tudo quanto há para vender
Hyde Park
Outono no Hyde Park
Hyde Park
Outono no Hyde Park
Outono no Hyde Park
Outono no Hyde Park
Outono no Hyde Park
Esquilos que fazem pose para foto. Delícia de Outono no Hyde Park 

 Hyde Park
 Hyde Park
Hyde Park
Outono no Hyde Park
Hyde Park
Hyde Park
Outono no Hyde Park
Hyde Park - Kingston Palace
Outono no Hyde Park
Outono no Hyde Park
Greenwich Park
As cores do Ourono no Greenwich Park
Greenwich Park
Greenwich Park 
Greenwich Park
Greenwich
Greenwich Park - O marco zero das horas do mundo