terça-feira, 25 de outubro de 2011

A primeira receita que aprendi

A primeira receita que aprendi quando tinha lá pelos 8 anos de idade foi a torta de limão.
Como apenas sabia essa receita e queria agradar minha mãe logo na hora do café da manhã, no dia das mães e no aniversário, acordava cedo para fazer a tal torta.
Definitivamente ser mãe é padecer no paraíso. A minha, que nem comia pela manhã, era obrigada a adoçar a boca logo cedo com torta em comemoração ao dia que seria especial para ela.
Para mim, a expressão do rosto dela ao dar a primeira garfada diria a importância do presente. E como toda mãe, sempre dizia que a minha torta estava maravilhosa, abria um sorriso e agradecia como se estivesse ganhando uma jóia de presente.
E foi com essa torta que eu comecei a brincar, desde criança, na cozinha.
Na última segunda-feira fiz, a pedido de minha mãe, essa torta para servir em um jantar que estava oferecendo a amigos. E não é que eu acertei na mão!
Então vai aí a receita para vocês também testarem. 
Para fazer a massa, misture 1 gema, 2 colheres (das de sopa) de manteiga, 2 colheres (das de sopa) de açúcar e mais 2 colheres (também das de sopa) de leite, mais uma pitada de sal (aproximadamente uma colherinha de café rasa), e 1 pitada de fermento em pó. Misture esses ingredientes e vá jogando farinha de trigo aos poucos até que a massa fique homogênea e não suje mais a vasilha que estiver utilizando. Ela vai ficar com uma textura que não grudará mais nos dedos.
Unte a forma. Abra a massa em uma forma dessas de desmontar e fure com um garfo. 
Coloque para assar por aproximadamente 15 a 20 minutos em forno médio. Quando a massa estiver "ensaiando" ficar corada, retire do forno e reserve.
Comece a fazer o recheio após retirar a massa do forno. Assim você fará tudo no tempo certo de esfriar um pouco para colocá-lo na forma.
Para fazer o recheio, misture uma lata de leite condensado com o suco de um limão grande ou de dois pequenos. Tem que misturar muito, de preferência com um garfo. Só pare quando estiver uma mistura mais dura que a textura do leite condensado. Se sua forma for profunda, fará o recheio com duas latas de leite condensado e o suco de dois limões grandes ou de quatro pequenos.

Bata três clara em neve para fazer o suspiro. Para cada clara, acrescente, aos poucos, na batedeira, duas colheres (das de sopa) de açúcar. O ponto de suspiro é aquele que fica bem firme, quando você levanta a batedeira e não escorre.
Vá fazendo bolas dessa clara em neve com a espátula e montando por cima do recheio que você já colocou na forma.
Com um garfo, puxe a clara com movimentos leves para cima até formar essas pequenas ondas.
Leve ao forno e deixe até ficar um suspiro dourado.
Essa é receita nível 2 (Informação para Ciça e Lu Solino - ainda não descobri como colocar as panelinhas).
Vocês podem usar a mesma receita da massa para fazer mini tortas, em formas pequenas (nesse caso, unte a forma com óleo). O resultado fica lindo! Aqui abaixo estou postando para vocês duas tortinhas que a Fernanda fez com sobras de massa enquanto eu fazia essa grande. Ela aproveitou um restinho de cada coisa e fez a de limão e outra com ganache de chocolate. Ficam super charmosas se quiserem impressionar em um jantar com mais cerimônia.
Viva la dolce vita!
Adriana Lafetá

4 comentários:

  1. Adorei Sis! voce ta arrasando! e a torta ficou uma delicia....
    Esse blog só tem um problema: VOU ENGORDAR!
    rsrsrrs

    ResponderExcluir
  2. Estou pensando em algumas novas receitas lights para a próxima semana! rsrs...

    ResponderExcluir
  3. 2 panelinas só porque tem que tirar a torta da forma, rsrsrs!!!!

    Vou fazer. A.MO torta de limão, amo!

    E quero receitas veggies, hehe.

    ResponderExcluir
  4. Me conte o resultado, prima! Mas tenho certeza que você vai acertar tudo! ;-)

    ResponderExcluir