sábado, 15 de outubro de 2011

Petisco com espumante

Para inaugurar este blog farei um primeiro artigo com as três principais idéias.
Vou indicar um petisco muito gostoso, o nome do espumante para acompanha-lo e mostrarei a foto que tirei dessa delícia e que faz parte dos meus treinos de fotografia.
Trata-se de queijo coalho, daqueles que compramos o pacote de plástico no supermercado com os palitos para fazer churrasco.
Só que este ganha uma apresentação linda!
No último feriado do dia 12 de outubro, resolvi receber um primo aqui em minha casa e fazer um almoço bem gostoso.
Eu e minha irmã prometemos elaborar o menu e ele seria o responsável pelos vinhos.
Ela se encarregou do petisco principal. Pegou o queijo coalho, cortou em cubos, passou na frigideira até ficar dourado dos quarto lados.
Jogou por cima dos cubos melado de cana e enfeitou com um raminho de alecrim. Simples demais, não é?
Para fazer charme na apresentação utilizamos aquelas colheres japonesas. 
Ficou tão lindo que eu corri para pegar meu novo xodó – a minha camera – para testar uma foto bacana. E não é que ficou legal!?
Segurei o foco na colher da frente para desfocar ligeiramente o fundo.
A minha camera ainda é semi-profissional, a chamada Bridge. É uma sony DSC-HX100V. Mas já consigo iniciar alguns efeitos. Vejam como ficou bacana.
Bom, mas voltando ao que interessa, para acompanhar essa delícia, meu primo indicou um espumante chamado Medanos Extra Brut.
De origem argentina, da região de Mendoza, é produzido através do método Charmat, e usa as uvas Chardonnay, Chenin e Semillon – brancas, secas e de médio corpo. Uma bebida de aroma frutado e coloração suavemente dourada.
Aliás, se a intenção é aprender e ensinar um pouquinho, em minhas pesquisas sobre essas uvas descobri que os vinhos elaborados a partir delas acompanham muito bem queijos brancos do tipo brie e camembert.
Nós apreciamos muito o espumante escolhido e é por isso que estou aqui fazendo essa primeira indicação a vocês. Espero que gostem! 
Meu agradecimento carinhoso a Fernanda Lafetá e João Jacques Lafetá, irmã e primo que inspiraram o primeiro artigo.
Até o próximo, em breve!
Adriana Lafetá

8 comentários:

  1. ficou o maximo dri, agora precisamos fazer mais eventos para postar nesse blog! Ótima desculpa ne?
    to amando! sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Adorei, vou fazer aqui pro meu amor! =)

    O alecrim é só pra fazer charminho ou ele se harmoniza com o queijo?

    ResponderExcluir
  3. Ciça, o alecrim dá um toque muito especial ao sabor do queijo!
    Depois me conte se fez sucesso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Adorei o blog......espero poder colaborar no quesito receitas ........
    Beijo
    Mamae

    ResponderExcluir
  5. Com certeza suas receitas farão parte, Mãe!
    Afinal, você é a maior responsável pelo nosso gosto pela cozinha!
    Amo você!
    Beijos
    Dri

    ResponderExcluir
  6. Dri você é um verdadeiro sucesso como blogueira!

    Quanto as trufas, sem comentários... São uma delícia! A Fernanda está de parabéns.

    Bjs.

    Ana Flávia.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada, Aninha!
    Fico super feliz com a sua visita por aqui!

    ResponderExcluir